Cláusulas Select e From: As principais

Antes de iniciar a abordagem sobre as cláusulas, vamos disponibilizar o script de criação de uma tabela que armazenará informações pessoais, ela servirá para que possamos testar o será  apresentado neste e nos próximos posts. Nesta tabela chamada TB_PESSOAS temos os campos: idt_pessoa (número criado sequencialmente para identificar de forma única uma pessoa), nome, sexo, cpf, dat_nascimento.

Criação do cenário de testes:

Obs.: Este script foi desenvolvido para o Oracle, ele cria as tabelas e realiza algumas inserções para possibilitar os testes apresentados no texto. Se você já possuir o Oracle instalado e um programa para executar os comandos de select e inserção não é necessário acessar os links a seguir, basta somente executar o script abaixo.
Caso seja necessário instalar o Oracle basta apenas acessar o link: <http://www.oracle.com/technetwork/products/express-edition/downloads/index.html&gt;. Cadastre-se e baixe esta versão que é free.

Os comandos podem ser executados na própria home do Oracle (logo após a instalação já aparece a pergunta se você deseja abrir a home) ou basta apenas baixar o sql developer que também é free através do link: <http://www.oracle.com/technetwork/developer-tools/sql-developer/downloads/index.html&gt;. Não é necessário instalar o sqldeveloper, apenas descompactar.

Obs.: Na instalação do Oracle é necessário informar uma senha, lembre-se de guardá-la, pois será através dela que você terá acesso ao banco de dados.

 --Criação da tabela para armazenar dados pessoais

 create table tb_pessoas

 (

 idt_pessoa number(6) not null primary key,

 nome varchar2(80) not null,

 sexo char(1) not null,

 cpf char(11) not null,

 dat_nascimento date not null

 )

 /

 -- Restrição que define que a coluna sexo somente pode ter os valores M - Masculino, F - Feminino

 alter table tb_pessoas add constraint tb_pess_sexo check ( sexo in ( 'M', 'F' ) );
 /

 --Inserção de pessoas

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (1, 'Júlio Lima', 'M', '11111111111', '11/08/1990');

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (2, 'Cyntia Malfa', 'F', '11111111111', '01/01/2000');

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (3, 'Joselito Cerqueira', 'M', '11111111111', '01/01/2000');

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (4, 'Isleide Trindade', 'F', '11111111111', '01/01/2000');

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (5, 'Vinicius Barbosa', 'M', '11111111111', '01/01/2000');

 insert into tb_pessoas (idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento) values (6, 'Markus Wanders', 'M', '11111111111', '01/01/2000');

 commit;

 /
 

 

Vamos às cláusulas:

Select – Cláusula obrigatória em uma consulta SQL, responsável por listar todas as colunas que serão projetadas na consulta, permite utilizar operações matemáticas, funções pré-definidos do Oracle ou criadas pelos especialistas de banco;

Exemplo: Para listar todos os campos da tabela TB_PESSOAS, faremos da seguinte forma:

Select idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento

Ou ainda podemos usar o caractere “*”, responsável por projetar todos os campos de todas as tabelas que sejam informadas na cláusula FROM. No entanto, é preferível descrever os campos um a um do que utilizar o asterisco “*”, nos próximos posts explicaremos os motivos, desde já adianto que existem implicações em relação à perfomance. Com a utilização do caractere “*”, a cláusula ficará assim:

Select *

From – Nesta Cláusula informamos a origem das informações, podendo ser apenas uma fonte ou várias, também é obrigatória e juntamente com a cláusula select formam a base de qualquer consulta SQL;

Exemplo: Para listar todas as informações da tabela TB_PESSOAS, devemos declarar da seguinte forma:

Select * From TB_PESSOAS

Como já havíamos mencionado no primeiro texto (se não leu ainda, não perca tempo, leia clicando aqui), em uma consulta SQL para bancos de dados relacionais existem apenas duas clausulas obrigatórias: select e from.

Apresentadas as duas cláusulas, vamos às demonstrações, para isso execute todos os passos do arquivo de criação da tabela.  Após a criação da tabela, o mesmo arquivo já irá inserir algumas linhas para a demonstração, nos próximos posts iremos apresentar também as operações de inserção, alteração e deleção de informações na tabela.

Vamos à demonstração:

Para recuperar todos os valores da tabela podemos fazer da seguinte forma:

Select * from tb_pessoas;

Ou

Select idt_pessoa, nome, sexo, cpf, dat_nascimento from tb_pessoas;

Ambas as instruções retornarão todas as colunas da tabela TB_PESSOAS. Se quisermos recuperar apenas algumas colunas, basta especificar quais as colunas, no caso de querer obter apenas o nome e a data de nascimento faremos da seguinte forma:

Select nome, dat_nascimento from tb_pessoas;

Com estas duas cláusulas é possível realizar consultas em qualquer base de dados relacional baseada no modelo SQL3, porém é preciso ter muita atenção às cláusulas que iremos demonstrar nos próximos posts, apesar de não serem obrigatórias possuem grande importância.

Então é isso pessoal, caso alguém tenha alguma dúvida ou problema na execução do script ou das consultas é só enviar um comentário. Não deixem de trocar ideias com a gente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: